Anuncio!!

Anuncio!!

sexta-feira, 29 de julho de 2016

Quase 22 anos da morte de Jeffrey Lionel Dahmer, o canibal de Milwaukee

Renneé Fontenele | 29/07/2016 |
Jeffrey Lionel Dahmer, o canibal de Milwaukee/Reprodução Youtube.
Charmoso, ‘educado’ e persuasor, ele atraía suas vítimas até ‘seu’ famoso apartamento 213, em Milwaukee, Wisconsin, Estados Unidos. Alcoólatra, Jeffrey drogava suas vítimas ainda no primeiro momento de suas ações horrendas, macabras. Diferente de outros tantos criminosos em série, Jeffrey iniciava seu prazer quando suas vítimas já estavam mortas.

Registrando aquilo que lhe chamava atenção, ou pondo em prática toda sua projeção doentia, ele fotografava os passos por ele dados durante o processo sangrento tal qual autópsia, além das frequentes masturbações enquanto se deleitava com o momento. Guardava vários membros de suas vítimas: cabeças em especial, pênis, etc., além de lhe servirem de troféus, alimentava-se com eles.

Este serial Killer nasceu aos 21 de maio de 1960, nos Estados Unidos. Foi preso no apartamento após tentar vitimar Tracy Edwards, dia 22 de julho de 1991. Graças a Tracy, a polícia interviu e encontrou provas dos crimes cometidos por Jeffrey, levando-o à prisão.

Acusado de praticar necrofilia, canibalismo e trepanação, Jeffrey foi condenado a 957 anos de prisão, por 15 homicídios, ficando na Instituição Penal Columbia em Portage, local também de seu fim, quando atacado e morto por outro detento, Christopher Scarver, em 28 de novembro de 1994. 

ATENÇÃO: ABAIXO, IMAGENS FORTES DA VÍTIMAS.