Anuncio!!

Anuncio!!

quinta-feira, 6 de abril de 2017

Kim do Caranguejo; sem essa de malandro agulha


A vitória nas urnas na última eleição de 2016 parece não ter sido o suficiente para o prefeito Kim do Caranguejo (PSB), além de alcançar seu patamar que foi friamente calculado “$$$”, ele volta a praticar as mesmas baixarias que fez quando se elegeu a primeira vez, e já escolheu sua vítima; a ex-prefeita Adriane Prado (PP).

Estamos no quarto mês do ano, portanto, já são quase 100 dias e os luiscorreienses ainda não viram a “revolução” tão prometida pelo ainda candidato Kim durante a campanha, ele que agora assumiu a cadeira das decisões, mas parece que não decidiu outra coisa, a não ser fazer politicagem.
Para alimentar seu ego de “semideus”, o prefeito sorrateiramente joga para a plateia que o município está devendo milhões em energia elétrica à Eletrobras, e culpa a ex-prefeita Adriane Prado pela dívida. Ora, meus amigos, quem participou da gestão anterior teve acesso ao débito no valor de R$ 1,8 milhão que foi parcelado pela prefeita, herança dele “Caranguejo” que saiu na época pela porta dos fundos, por que a energia da prefeitura havia sido cortada, e adivinhem quem não pagou? Isso mesmo ele.
O débito foi parcelado, e a prefeitura vinha funcionando normalmente. Muito nos admira, ver que agora o homem público que foi eleito para resolver todos os problemas, se vê incapaz de gerir o que ele chama de “caos”.
Mas sinceramente? Todos já sabiam que isso iria acontecer, basta olhar a quantidade de “aliados” que ele agraciou na máquina pública. Não é brincadeira; é gente de todo canto, e o pior, faltou ele honrar compromissos que foram firmados na zona rural, onde ele teve uma gorda votação. Teve gente por lá dizendo que ele prometeu até emprego, caso chegasse à prefeitura.
Só o Pedrinho do Leite, que foi o vereador mais votado e é considerado um primeiro ministro da gestão, abocanhou uma significativa porcentagem de cargos, restando uma mixaria para o prefeito ajeitar seu pessoal. Como é que o trem anda desse jeito? Fica mais fácil dizer que tudo o que der errado daqui para frente é culpa da ex-prefeita.
Fazer gestão pública sem assumir responsabilidades como todo homem sério tem que fazer, não é o forte de certos políticos. A população não quer saber a essa altura, quem deixou, quanto deixou, o que fez e o que não fez; o Caranguejo foi eleito foi para trabalhar e mostrar resultado, ele tem que fazer a redenção de Luís Correia que ele tanto prometeu na campanha; se não fizer vai ser taxado de mentiroso, o que para ele não seria nenhuma novidade, nomes piores ele já ouviu do povo.
O momento é de fazer valer o voto de confiança que a maioria deu para ele em outubro, e não ressuscitar a política do pão e circo. Mas como eu duvido, e muito que esse gestor mostre resultados positivos, eu vou aguardar as próximas “bombas” que certamente virão.
Aliás, não é atoa que ele volta a fazer politicagem logo no primeiro ano de sua nova gestão; é que só de imaginar que lá pelo ano de 2015, sua adversária, pontuava apenas 14% de aprovação popular, e nas urnas o número subiu para 30% a luz de alerta tinha mesmo que ascender, é natural, como a cidade tem a cultura de não reeleger seus prefeitos, fica difícil para o sucessor dele se eleger, caso ele não invente a roda enquanto é cedo.
O “Caranguejo” que ainda não mostrou a que veio, me faz lembrar do famoso “Malandro Agulha” muito conhecido na cultura popular do Rio de Janeiro. Olha só a descrição: Malandro agulha é o cara que se acha muito esperto, mais esperto do que a todo mundo e que tem solução para tudo, porém, todas as suas tentativas de resolver situações, causam mais problemas.
Por: Tiago Mendes
Editado por RNEParnaiba.com
Gostou? Compartilhe esse conteúdo: