Anuncio!!

Anuncio!!

domingo, 26 de novembro de 2017

Projeto ‘Gol de Placa’ do Ferrim chega ao Bairro Santa Luzia

Renneé Fontenele
(26/11/2017)

Presidente do Ferroviário e Coordenador de Esportes do Bairro Santa Luzia. (Foto/Renneé Fontenele/Ascom)
A dobradinha socialização e esporte, fruto do Projeto Gol de Placa, chegou ao Bairro Santa Luzia. O Projeto é um dos trabalhos sociais do Ferroviário Atlético Clube de Parnaíba, cujo objetivo central é promover a cidadania através do esporte, em especial o futebol.

Gol de Placa é um dos projetos sociais do Ferroviário com a inciativa de Rodney Spindola. (Foto/Renneé Fontenele)
Na tarde da última quarta-feira (22), o presidente do clube tricolor se fez presente e, além de contemplar a execução do trabalho, pode entregar aos fraldinhas vários coletes de treinamento.

Fraldinhas recepcionando o presidente tricolor e autor do Projeto. (Foto/Renneé Fontenele/Ascom) 
No Campo da Lagoa do Bebedouro, Rodney Spindola foi muito bem recebido pela criançada e por toda a comunidade. Falando acerca do Projeto, o presidente mencionou o trabalho de base que já é realizado pelo Ferrim, ressaltando a inclusão dos Fraldinhas, sendo o primeiro polo no Bairro Santa Luzia, trabalho que será extensivo aos demais bairros de Parnaíba.  

Rodney Spindola entregando o material de treinos. (Foto/Renneé Fontenele/Ascom)
“O Ferroviário já tem um trabalho de base nas categorias sub 17, sub 19, e agora estamos investindo nos Fraldinhas. Estamos no primeiro polo fora da nossa sede, no Bairro Santa Luzia, com meninos de até 10 anos de idade. Começamos um trabalho com o nosso Coordenador de Esporte do bairro, Erylson, juntando essa garotada, dando uma oportunidade aos meninos para que eles pratiquem o futebol. Trouxemos vários coletes e a tendência aqui no Bairro é aumentar, expandindo o Projeto para outros bairros, desde que tenhamos um campo de futebol, uma pessoa na localidade que queira participar do Projeto e aqui, graças a Deus, encontramos o Erylson, e vamos levar o Gol de Placa a outras comunidades de Parnaíba”, citou Rodney.

Em meio à carência social, uma esperança aos garotos do Bairro Santa Luzia. (Foto/Renneé Fontenele/Ascom)
Ao falar sobre algum patrocínio, seja dos órgãos públicos, seja da iniciativa privada, Rodney mencionou a ausência de apoio, mas aproveitou para ressaltar a importância das parcerias para a manutenção do trabalho e, sobretudo, para fortalecê-lo ainda mais.

O Projeto, já iniciado, aguarda apoio para seu desenvolvimento. (Foto/Renneé Fontenele/Ascom) 
“Até esse momento não há apoio. O Projeto é de iniciativa minha em parceria com o Ferroviário, cada um com sua parte. Mas vamos atrás, inclusive precisamos de apoio das empresas privadas, da gestão municipal, estadual... Eu já estou cansado de andar atrás desses órgãos e recebendo muitos nãos. Mas, quem sabe, eles (órgãos) percebendo o esforço que estamos fazendo com esses jovens, a abrangência do Projeto que é social, sendo levado a outros bairros... Eu acredito que os empresários, gestores públicos, chegando até eles o Projeto, se sensibilizem e possam nos dar uma ajuda, coisa que seria bem-vinda para a própria expansão do Projeto”, destacou Rodney.

Projeto Gol de Placa é um desejo antigo de Rodney Spindola, agora realizado. (Foto/Renneé Fontenele/Ascom)
Sempre preocupado com a questão social, Rodney Spindola foi mais além e comentou que a ideia do Projeto partiu de um desejo de quando criança.

“Passei a minha infância toda jogando futebol nesses campinhos e o melhor presente para uma criança é uma bola... Então, estou tentando passar um pouco daquilo que passei na infância, na minha juventude, pra que esses meninos tenham um pouco de alegria, de conhecimento, que trabalhem em grupo, que tenham disciplina... Tem a parte espiritual, tem a parte do colégio que está sendo acompanhado... E a gente pede apoio a quem pode ajudar o Projeto Gol de Placa”, finalizou Rodney Spindola, presidente do Ferroviário.

Muito otimista, Erylson substituiu o nome negativo da região (Cidade sem Deus)  para Cidade de Deus. (F. Renneé)
Erylson Sousa, Coordenador de Esportes do Polo Santa Luzia, também se pronunciou. Para ele, além da satisfação de fazer parte de um trabalho social do Ferrim ao lado de Rodney Spindola, o trabalho em si para a garotada da comunidade é de muita importância.

"Sairão talentos daqui", garantiu Erylson Sousa. (Foto/Renneé Fontenele/Ascom)
“Estamos abraçando o Projeto Gol de Placa pra nos ajudar com essas crianças do Bairro Santa Luzia, porque elas estão precisando muito. Não só na área do esporte, mas na educação, sabendo de como estão indo na escola, também na parte espiritual, onde a gente ensina umas passagens bíblicas a elas, enfim, é um trabalho que a gente está se dedicando bastante. Já passei por muitas escolinhas, inclusive pela escolinha do Professor Zumbi em Teresina, e lá eu tive a oportunidade de aprender, além da escolinha do professor Bebeto, também em Teresina. Pra mim é motivo de muita alegria de estar participando junto com nosso amigo Rodney, presidente do Ferroviário, passando um pouco do nosso trabalho a essas crianças carentes do Bairro Santa Luzia: esporte, lazer, educação e saúde”, ressaltou Erylson.

Feliz com o Projeto, a garotada já gera expectativas positivas. (Foto/Renneé Fontenele/Ascom)
O Coordenador de Esportes ainda disse que o trabalho já está influenciando, de modo geral, no comportamento da garotada e acredita que o Projeto revelará talentos no Bairro Santa Luzia.

“Alguns pais já me falaram da mudança de comportamento dos filhos em casa e na escola, principalmente em relação à disciplina, à dedicação aos estudos e à interação com os próprios pais... Creio que o Projeto vingará, em nome de Jesus, porque eu tenho a certeza de que sairão talentos daqui do Bairro Santa Luzia”, frisou Erylson Sousa, Coordenador de Esportes do Polo Santa Luzia.